Coleção Schutz

Coleção Schutz

Olááááá…

Vamos de novo com sapatos?? Vou falar que olho outras marcas de sapatos e as que me chamam a atenção mesmo é a Arezzo e a Schutz, não tem jeito… Até estava olhando outras para trazer para vocês só que não teve jeito, não tinha nada que me chamasse a atenção.

O que eu mais gosto da Schutz são os sapatos de salto, seja sandália, seja scarpin. Outra coisa que me deixa muito feliz é que geralmente os saltos são os mais altos (adoro ficar nas alturas) então para sair acabo comprando de lá (na verdade tenho 2, um preto e um nude), infelizmente os preços não são muito amigáveis, então não posso comprar sempre.

Mas que de blá blá blá e vamos aos meus escolhidos né?

Novamente com opções de rasteirinhas
Novamente com opções de rasteirinhas
saltos
E os meus preferidos: SALTOS!!!

Gostei que nessa coleção tem alguns modelos com os saltos um pouco mais baixos, pois não é todo mundo que gosta/pode/consegue usar um tão alto né? Inclusive apenas dois deles estão com saltos altos, os demais têm um salto mais fácil de usar.

Agora chega de falar por hoje.

O que acharam das escolhas?

Beijos

Nah

Advertisements
Coleção de Verão Arezzo

Coleção de Verão Arezzo

Oi pessoal,

Aproveitando uma “folga”aqui no lab enquanto eu dependo dos outros para meus resultados, consegui deixar alguns posts agendados para não ficar tão parado isso aqui… hehe

O de hoje é para mostrar um pouco dos meus “gostamentos” da nova coleção da Arezzo. Posso falar que depois que comecei a comprar os sapatos deles, não troco mais… Além dos meus saquinhos de Melissa, o que mais está tendo no meu guarda-roupa é Arezzo.

Infelizmente eu tenho tendinite nos meus dois tornozelos, o que me impede um pouco de usar sapatilhas e rasteirinhas, fora que se eu colocar no pé, me levantar e sentir meu calcanhar posso descartar o sapato na hora porque a tendinite vai atacar. Claro que tenho uma rasteirinha/sapatilha ou outra, que foram as únicas que não me doeram.

Mas como não é todo mundo que tem esse problema, achei legal vir mostrar alguns dos modelos que gostei. Vocês podem estar se perguntando “Mas tudo é marrom/nude, com um sapato ou outro colorido??” e a resposta é SIM, tenho tanto sapato preto que eu enjoei e não sou muito fã de sapatos coloridos pois acho que marca muito, usou uma vez, quando usar de novo todo mundo vai saber que é o mesmo. Para sapatos sou mais neutra.

rasteiras

Como tenho esse pequeno,grande problema nos pés e meu último ortopedista me proibir de usar sapatos baixos (a última crise que eu tive em junho depois de voltar de Paris por ter andado muiiiiiiiiiiito e só de sapatilha e tênis baixo, fez com que eu procurasse um ortopedista com urgência pois não conseguia nem encostar no meu calcanhar/tornozelo de tanto que doía, acho que foi a vez que mais doeu), eu preciso procurar sapatos que tenham um pouco de salto, assim não forço muito o pé, consequentemente evitando a tendinite.

Achei estes uma graça e que dá para usar no dia a dia, ou durante o final de semana com um vestido/saia/shorts que vai ficar legal.salto-medio

Mas o que sou apaixonada mesmo são pelos saltos altos, quanto mais alto melhor!! Segundo minha mãe eu fico parecendo um traveco (sem preconceito tá) com os meus. Adooooreiii esses três modelos que estão aqui embaixo. Duas para o dia a dia e uma para a noite.
saltos-altos

Como preciso economizar, vida de bolsista não é fácil, ainda mais em SP, fiquemos só na vontade… Ou talvez compre uma sandália mais baixa para o dia a dia, para variar um pouco do preto.

E ai, o que vocês preferem? Rasteira, salto mais baixo ou saltões? Gostaram das minhas escolhas??

Depois vem um post com os meus escolhidos da Schutz, porque não tem jeito, os saltos são demais…

Beijos

Nah

Risqué Colecionistas – Coleção Primavera/Verão 2016

Risqué Colecionistas – Coleção Primavera/Verão 2016

Oie gente,

Como uma boa viciada em esmaltes que sou (ultimamente mais contida do que era) estava dando uma olhada nos lançamentos de esmaltes da coleção primavera verão. Confesso que faz algumas coleções, independente da marca, que não acho lá grandes coisas, tanto que nem tenho comprado ultimamente, além do fato que minha tia me deu 25 esmaltes em maio quando fui para casa dela na Suiça.

Entrei no site da Risqué e vou te dizer que gostei bastante das cores, tanto que resolvi vir aqui no blog mostrar… hehe

Tirei um print da página inicial, achei tão fofinha!!
Tirei um print da página inicial, achei tão fofinha!!

Quem nunca guardou fotos e postais de viagens, ou ainda escolheu aquela xícara de uma inesquecível viagem, para ter o gostinho de se transportar para aquele momento, entre um gole e outro de café? E podemos imaginar os pulos de alegria do colecionador de discos, ao encontrar o último que faltava para completar uma discografia. Ou ainda, como é difícil se desfazer dos livros queridos, ou aqueles que possuem uma dedicatória especial…  Inspirada no universo dos colecionadores, apresentamos as nossas apostas para a primavera/verão 2016.

Chamada da coleção no site.

Essa coleção veio com seis cores: Verde (no site eles dizem que é azul, para mim é verde), Rosa, Coral, Nude, Azul e Roxo (?? fiquei em dúvida). Vamos então aos nomes e descrição das cores, segundo eles:

As seis cores da coleção
As seis cores da coleção

Viagens em Postais – Um azul cremoso aberto para recordar as paisagens e momentos que marcaram a nossa vida.

Meus Souvenirs – Um pink cremoso e intenso que representa a alegria de reviver os bons momentos.

Grandiosas Miniaturas – Um coral cremoso para eternizar as pequenas coisas que fazem a nossa vida mais feliz.

Fotos que Adoro – Um nude clássico que simboliza as fotografias que mais amamos.

Livros Inesquecíveis – Um azul escuro cremoso para homenagear os volumes que nos fazem viajar sem sair do lugar.

Discos de Vinil – Um furta-cor metalizado com reflexos dourados que lembram aqueles LP’s que se tornaram relíquias.

Minhas cores preferidas foram Meus souvenir, Fotos de adoro (e olha que não gosto de esmalte nude), Livros inesquecíveis e Discos de vinil.

Uma coisa que estou gostando muito dos esmaltes da Risqué agora, além da qualidade e alta duração já que uso luvas no laboratório é o novo pincel, mais largo, o que garante uma melhor aplicação nas unhas. Ainda mais que os esmaltes das gringas já são assim e tenho uma quantidade razoável, estava estranhando usar os brasileiros e as cerdas serem mais finas, precisando passar várias vezes o pincel para uma boa cobertura.

E vocês, o que acham dos esmaltes da Risqué? Gostaram da coleção?

Beijos

Nah

PS: Todas as informações foram tiradas do site da Risqué.